Desapego

tumblr_inline_mxyfjigj8a1r60h3d

É engraçado quando a gente desapega . Alguns sentimentos morrem e outros simplesmente sofrem mutação. Mudam, afloram, crescem. O coração é um grande acrobata, elástico, multifuncional. Quisera a memória tivesse a mesma flexibilidade, a mesma paciência, serenidade. A memória sofre e sacrifica aos poucos o coração. Esse coração que se compadece, afaga, resiste e clama por força.

Os olhos expressam todo sentimento desabando aquilo que a memória e o coração carregam, desabando-os em lágrimas. O sorriso, ah o sorriso é o alívio da alma, do coração, da memória, dos olhos… O sorriso é o apaziguador de tudo. É o acalentador do coração, da memória, dos olhos. O sorriso é o espelho do ser, a transparência da alma.

Coisas que me lembram Fred.

tumblr_inline_n04s2rnhmc1r60h3d

…Suor minava em sua testa e têmporas, ele olhava para todos os lados enquanto as cortinas não se abriam. Sua respiração oscilava e seus olhos jamais buscavam os meus, ainda que eu o quisesse para tentar acalmá-lo. A semana passou correndo e quase não fui capaz de acompanhar seu ritmo entre escolha de figurino, ensaios, falas e mais falas…

Domingo era dia de comer besteiras, extravasar. Nestes momentos as redes de Fast Food me satisfaziam imensamente.

– Conversei com Anne ontem à noite.

– É? E como estão as coisas?

– Ah, ela como sempre está fazendo minha mãe ter mais e mais cabelos brancos.

– Por que?

– Depois que passou no vestibular para veterinária só pensa em festas nas repúblicas, baladas, bebedeira… Eu tentei aconselhá-la mas ela é jovem, não vai me dar ouvidos.

– Mas ser jovem não justifica seus atos. Até porque você nunca foi assim. Pelo menos até onde sei.

– Isso é verdade Fred. Somos diferentes neste ponto. Mas – suspirei – eu bem que em algum momento da minha vida poderia ter feito tudo que ela faz. Quem sabe minhas escolhas e história fosse diferente.

– Não gosta da sua vida?

– Não. Claro que gosto. É que às vezes paramos para analisar alguns fatos da nossa vida e percebemos ou chegamos à conclusão de que poderiam ser diferentes, de fato vividos.

Fred de repente pega as batatas fritas da minha mão e começa a analisá-las sacudindo o pacote.

– O que está fazendo?

– Procurando o entorpecente que você ou o pessoal do fast food colocou nessas batatas. Que viagem Jenn!!

– Por que?

– Porque estamos exatamente onde deveríamos. E, se você está aqui, hoje, comigo, comendo essas batatas, tomando refrigerante, com a tevê ligada sem ao menos saber o que está passando, é por que tinha que ser assim. Talvez se você mudasse suas escolhas, você mudaria em alguns aspectos seu destino, mas talvez se arrependesse e no final, es-
taria aqui, no mesmo lugar, mas cheia de amargura.

Olhei em seus olhos e me senti acolhida. Fred sempre sabia o que dizer, quando dizer e como dizer!

– Você é maravilhoso. Já te disse isso hoje?

Um sorriso que era capaz de irradiar toda minha sala se abriu entre os lábios de Fred. Ele realmente era maravilhoso. Em todos os aspectos. Batatas fritas para mim, desde aquele momento tiveram um novo significado. E esse era mais um item nas “coisas-que-me-lembram-Fred”…

 

Trecho do Livro Me olha, me olha de novo.

REALIZADO

Hoje usarei este espaço de memórias e sentimentos para compartilhar minha mais bela história: a história que se tornou real. A fantasia de um dia escrever um livro e vê-lo publicado se tornou real.

No dia 12/05/2017 lancei meu livro, Me olha, me olha de novo, projeto que durou mais de dez anos para enfim ser real, ter tamanho, peso e quantidade.

Você que acompanha meus textos, se emociona comigo e quer conhecer a história de Jennyfer, corre aqui no site da Livraria Kiron e compre seu livro!

Prefere ebook? Temos também! rs

Clique Aqui e confira!

 

Um super beijo e vamos caminhando! ❤

livro_Me olha

Renascida das cinzas

cabe25c325a7a2bde2bfenix

Sucumbi. Tamanhas mazelas que carreguei em meu coração. Não suportei. Juntei tudo o que me feria, me magoava, me destruía num único bolo. Suturei as feridas da carne e da alma. Mergulhei fundo. Lavei cada uma nas águas do mar sagrado.

Respirei, foquei no que eu era, não como eu estava. Tudo mudaria, nada mais me faria mal. Todo aquele rancor e raiva se transformaram em lucidez, consciência plena de meus atos. Nada mais iria me ferir.

O coração que então era pedra, de tanto ser calejado agora era paz, músculo rígido, porém leve. Eu não carregaria mais nenhuma dor. Nada daquilo era meu, nada era nato, portanto eu não iria permitir que minhas mãos calejadas e meus ombros cansado carregassem mais um fardo.

Nada daquilo era meu.

Nada daquilo era eu.

O silêncio se tornou meu maior conselheiro. Então eu não me permitiria ser o que restou daquela devastação. Eu seria a restauração de minha alma. Toda aquela chama que inflamava meu ser eu transformei em fogo vivo, chama da consciência, do amor próprio, da ancestralidade. Não me permito ser nada menos que feliz!

Então, renasci das cinzas…

Coisas que ela precisa saber

tumblr_lxat34har41r9x643o1_500

Por mais que eu diga ela sempre acha que não…

Ela tem o olhar mais sutil e ardente que qualquer uma pode ter. Ela sorri e é como se soubesse tudo o que eu preciso sentir, meu coração muda o batuque e tudo o que eu quero é vê-la de novo, senti-la, abraçá-la, nos transformando em um só corpo.

Quando digo que ela é incrivelmente linda, ela sorri desacreditada, mas se ela se visse como eu a vejo ela entenderia tudo que sinto. Ela deveria saber que um olhar, um gesto, um toque é tudo o que preciso para ter certeza de que com ela não existe o impossível, não existem problemas.

Ela precisa saber que quando dorme fico por alguns instantes (talvez horas) vendo seu sono. É como se pudesse ver sua alma. Sua pele é tão macia e cheirosa que se pudesse nunca mais a soltaria, mas ela não acredita…

Seu jeito, o molejo ao andar mexe e atiça todos os meus instintos. A imagino de diferentes formas ao meu lado e viajo em outra dimensão quando sinto o cheiro de seus cabelos. Talvez ela não saiba, mas gosto quando ela diz que sou esquisito, maluco, ou quando fica nervosa ao ser provocada por mim, adoro quando fica sem jeito quando a faço elogios… aquela expressão que somente ela sabe fazer… É tudo imensamente verdadeiro…

Ela é delicada, tem todo um jeitinho de falar e quando é manhosa me derrete inteiro. Ela também sabe exatamente como me acender, transformar e fazer uma ebulição de sentimentos nesse meu coração sem jeito.

Talvez ela não saiba, mas une todas as (poucas eu acho) qualidades que tenho e me faz melhor. Tudo isso é único por que é com ela.

Talvez ela não saiba, mas são coisas que ela precisa saber…

 

Quando você vem

 

tumblr_mn2546ocfh1rxdcf0o1_500

Paciência durante a espera. Cada segundo que se passa a ansiedade me consome. Sou tomada por sensações e sentimentos tão gostosos, tão puros e inimagináveis. Tudo isso é você, tudo em mim tem sido você…

Te espero como uma noiva indiana que se prepara para o casamento, à espera do amor prometido. Cada respiração, cada passo que dou durante os longos dias de espera, sinto-me como se pintasse a alma de Mehndi*. Por que você tem sido o melhor de mim, o melhor de nós…

Quando você vem meu riso é leve, é brisa que ecoa por entre as maçãs do rosto, é raio de sol ao amanhecer, é música para os ouvidos, são cores diversas, borboletas no estômago… É o disparar do coração, o pulsar das veias… É como se fosse a última, a primeira, a derradeira vez.

Quando você vem tornamos um abraço a maior distância entre nós. Quero aproveitar todos os segundos ao seu lado, como os únicos que viverei, deixa eu sussurrar aos ouvidos e aos corações que foi quando eu vi você que o céu se abriu e que meu coração eu te dei e em troca recebi todo seu amor.

E é quando você vem que então a reciprocidade enfim faz sentido… E é enfim quando eu não quero mais me despedir, não quero o até logo, se o logo não é agora, aqui, com você. Então entendo que dividir o mesmo céu não é mais o suficiente, quero o mesmo sorriso,  os dedos entrelaçados, o cheiro que se mistura, quando você vem…

Os olhares se conversam e dizem muito por nós, quando você vem…

E então tudo volta à ser minimamente normal e monótono. Quando você vai…

 

*Mehndi é a aplicação de henna  em noivas indianas, num modo provisório de decorar a pele para celebrar o casamento.

 

Dançando com a Lua

tumblr_nuvotgjEsD1si3qxmo1_500

Embebedou-se da luz cristalina que a lua cheia emanava. As estrelas certamente a estava guiando naquela noite. Sentiu a brisa gélida tocar-lhes as maçãs do rosto e inevitavelmente sorriu.

Descalça sentiu a terra sobre seus pés e com ela toda sua ancestralidade. Pele por pele, cada ruga de sabedoria que por aquelas matas percorreu. A loba uivou. Ela sabia com toda certeza que aquele uivo era da loba pois sentiu um frio lhe percorrer a espinha e todo seu corpo arrepiar. A atmosfera era mística, cheia de segredos prontos para serem desvendados.

Então ela sentiu uma imensa vontade de cantar e podia jurar que ouvia a floresta ao seu redor entoar silvos de cânticos antigos. Entregue a todas aquelas sensações se sentiu leve. O formigar dos dedos indicavam que agora alma podia correr por entre as árvores como uma fera e livre como um pássaro. Ela sorriu e pôde ter a certeza que seu sorriso se confundiu com o brilho do luar, da lua cheia, fértil, límpida e purificadora.

O espírito livre se fez corpo. Um corpo que se despiu das dores, medos, ressentimentos, inquietações, rancores e mágoas. O véu do medo caiu e deu lugar às boas sensações e emoções.

Aproximou-se da fogueira, na ponta dos pés, rodopiou balançando a saia, dançando com a lua.